Search

Crítica: "Depois do Casamento"



Isabel (Michelle Williams) é convidada para ir até Nova York se encontrar com potenciais patrocinadores para seu orfanato na Índia. Mas ao descobrir que a responsável pela doação é a atual esposa de um antigo romance, o convite vai deixando de parecer por acaso e segredos que havia esquecido no passado vem á tona.


Remake do longa dinamarquês de 2006 de mesmo nome dirigido por Susanne Bier (Bird Box), a produção foge das frustrantes adaptações americanizadas de filmes estrangeiros e consegue manter o padrão muito bem sustentado do original com uma trama ainda mais abrangente. A começar pela inversão de gênero das personagens protagonistas, que leva todo o conceito para novas discussões.





A fotografia é primorosa, valorizando tanto as belas locações quanto a tensão criada de maneira espetacular através da direção de Bart Freundlich. A narrativa constantemente surpreende e inverte nossas expectativas ao subverter o que acreditamos que esta sendo construído.


E nada seria possível sem as atuações viscerais e complementares de Michelle Williams e Julianne Moore. A gigantesca química entre as duas mal cabe na tela, fazendo os maiores esforços dos atores secundários terminarem ficando de lado.


É difícil falar muito de um enredo em que é essencial ser deixado levar pela história e descobrir cada reviravolta a seu tempo, e é justamente por isso que me abstenho de dar mais detalhes sobre esse filme potente e necessário.





“Depois do Casamento” chega aos cinemas em 19 de Setembro, com distribuição da Diamond Films.

NAVEGUE

Todas as imagens de filmes, séries, artistas, editoriais e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários e usadas aqui sem fins lucrativos.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now