Search

Crítica: “The Eddy” (1ª Temporada)


O clube de jazz “The Eddy” movimenta a cena musical parisiense e abriga os dilemas de músicos como o proprietário Elliott Udo (Andre Holland), que está decidido a se aposentar do piano. Mas o ritmo muda quando o local se torna cenário de uma investigação policial.

Por mais que o marketing da minissérie esteja atrelado ao hype que Damien Chazelle ainda colhe de “La La Land”, a idealização e roteiro são do britânico Jack Thorne (“His Dark Materials”). O ritmo frenético lembra “Whiplash” e a celebração do jazz é algo que foi feito no quase vencedor do Oscar de 2017, mas a participação de Chazelle no projeto se resume a produção executiva e na direção apenas dos dois primeiros episódios.

Os aclamados Houda Benyamina, Laïla Marrakchi e Alan Poul dividem a direção dos demais episódios, trazendo frescor ao roteiro confuso de Thorne nessa constante troca de assinaturas. Todos valorizando na fotografia como plano de fundo uma Paris que não cai na visão americanizada turística e usando interessantes dinâmicas de filmagem. Mas a aura cinematográfica traduzida para a telinha acaba mirando no grandioso e sendo apenas cansativa, como um desgastante filme de 8 horas.

Cada episódio de aproximadamente 1 hora leva no título o nome de uma personagem, mas pouco tempo de tela é realmente direcionado a aprofundar seu arco. É interessante o último levar o nome do clube, que pode ser considerado como a personagem mais viva da narrativa.

Mas, em geral, o enredo é desinteressante, preferindo focar em uma trama policial fraca a desenvolver suas personagens rasas. Ainda que conte com boas atuações de um elenco sem nomes de peso, mas com trabalhos recentes notáveis como Andre Holland (“Moonlight”), Amandla Stenberg (“O Ódio que você semeia”) e Joanna Kulig (“Cold War”). A diversidade no casting traz também uma caótica mistura de diálogos em inglês, francês, árabe e polonês.

O que salva a minissérie de ser abandonada logo em seus primeiros minutos são as intervenções musicais. Fruto de uma cativante trilha sonora original de Glenn Ballard, produtor musical consagrado pelo trabalho em "Jagged Little Pill" da Alanis Morisette e álbuns de artistas como Michael Jackson, Christina Aguilera e Ringo Starr.

Todo esforço para reviver o Jazz em uma geração que o esta esquecendo é valido, mas é difícil de ter paciência para terminar essa minissérie. Ao menos fecha a sua confusa narrativa no ultimo capitulo, não sendo necessária uma segunda temporada.

A primeira temporada de "The Eddy" já esta disponível na Netflix: https://www.netflix.com/title/80197844

NAVEGUE

Todas as imagens de filmes, séries, artistas, editoriais e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários e usadas aqui sem fins lucrativos.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now