Search

Crítica: “The F**k-it List”


Brett (Eli Brown) teve sua vida toda planejada por seus pais para ser um aluno exemplar e o candidato perfeito para as grandes universidades. Com a lista de expectativas completas ele entende o quanto sua vida foi vazia até então e decide seguir uma nova lista: a dos foda-se!

Um projeto que mal teve divulgação e está quase que escondido no catalogo da Netflix, mas que é uma preciosidade contemporânea. Apesar de não ser uma produção original do serviço de streaming, seu lançamento ao redor do mundo foi através da plataforma. E simplesmente passou batido entre tantos projetos mais comerciais (e, normalmente, de qualidade técnica e narrativa infinitamente inferior) do catalogo.

O que começa com tudo pra ser uma comédia adolescente clichêzona, surpreende com uma trama sobre amadurecimento e valorizar sua identidade. São adolescentes complicados e cheios de diferenças, mas que se juntam ao ver que só tem a ganhar quando questionam as autoridades e as certezas nesse período de tantas incertezas.

O protagonista Eli Brown (“PLL: The Perfectionists”) entrega um trabalho sensível que é bem equilibrado com diversos alívios cômicos do restante de um potente elenco. E Madison Iseman (“Jumanji: The Next Level”) vem para desconstruir a “garota popular que é interesse romântico do nerd protagonista™” com muita garra.

A montagem é revigorante, criando bem sua linguagem atual através de intervenções que representam bem a influencia das redes sociais para essa geração.

Um bom entretenimento que garante boas reflexões sobre a vida.

“The F**k-it List” esta disponível na Netflix: https://www.netflix.com/title/81231351

NAVEGUE

Todas as imagens de filmes, séries, artistas, editoriais e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários e usadas aqui sem fins lucrativos.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now