Search

Todos Precisam Maratonar: La Casa de Papel



Eu resisti. Resisti muito, mas aí comecei a assistir Elite (falarei dessa série em outro texto) e meus amigos insistiram tanto que me rendi aos encantos de La Casa de Papel.

É um pouco dificil de pegar o ritmo da série no começo, pelo tempo diferente e principalmente pelo idioma. Uma grande dificuldade que tive foi escutar algo que eu entendo quase completamente, mas ainda precisar de legendas. Foi um pouco dificil tanto com Elite, quanto com La Casa de Papel, mas te garanto que 2 episódios depois eu já estava me comunicando em "portunhol".


O que eu acho mais genial dessa série é que os protagonistas na verdade são os vilões. Aqueles caras que normalmente você torce contra, aqui são te apresentados com um equilibrio tão incrivel de humanidade e violencia, que você acaba gostando deles e quando você menos espera lá está você se sentindo um hipócrita e torcendo contra a polícia. É um dos pontos que admiro em séries como Dexter também, mas de novo, falaremos dela em outro texto.



Um grande motivo pra maratonar La Casa de Papel é o roteiro incrivelmente bem trabalhado que tem ganchos capazes de te fazer ver a série toda em menos de 2 dias. O melhor é que quando você pensa ter todas as respostas eles te mostram que você não tem e ai a série se torna algo completamente imprevisível.


O trabalho dos personagens é algo muito interessante também, pois temos destaque não somente pra polícia e pros assaltantes, mas também pros reféns, que, cada um com a sua personalidade, contribuem pra que a imprevisibilidade aconteça. Acho muito legal não ser uma massa de reféns, os nuances de personalidades são essenciais pra que a história funcione e você compre a situação absurda que está assistindo.



Como personagens, além do Professor, Tókio e Rio que todos conhecem, preciso destacar uma personagem específica que fez com que eu me apaixonasse mais ainda por La Casa de Papel. Nairobi é uma mulher forte e sensível, muito inteligente e sua especialidade é a falsificação. Essa personagem vem pra trazer o peso do discurso feminista e eu acho isso importantíssimo, ainda mais em uma série com apenas 4 mulheres em destaque contra mais de 6 homens.


Se o que te apresentei até agora não foi motivo o suficiente, destaco também a curva incrível de crescimento da narrativa que a cada temporada se torna mais forte, mais interessante e bem... mais violenta (em todos os aspectos).

La Casa de Papel tem 3 temporadas disponíveis na Netflix e já está confirmada para uma 4 temporada.


Tá esperando o que pra maratonar?


Confira o trailer da primeira temporada:



NAVEGUE

Todas as imagens de filmes, séries, artistas, editoriais e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários e usadas aqui sem fins lucrativos.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now